PUBLICAÇÃO

Que Rio de Janeiro você quer no futuro?

Saem novos números do desemprego no Brasil, e o Rio continua sendo o único Estado negativo na criação de novos empregos. Enquanto que em São Paulo a diferença entre contratações e demissões tem em saldo positivo de mais 140 mil empregos, em Minas mais 15 mil, no Espirito Santo mais 13 mil no Rio o saldo continua sendo negativo, perdemos mais 7 mil empregos, e ainda estamos sob ameaça de ter o pior fim de ano do Brasil.

A crise não ensinou nada ao governo Pezão e ele vem afirmando que depois de outubro não tem como pagar os salários dos servidores. Servidores sem salário, são menos 20% de consumidores, e com menos pessoas sem poder de compra, a economia não gira, as lojas continuarão a fechar, a indústria a se mudar, e a tristeza pelo voto errado vai continuar. E mesmo com o fim do governo Pezão, a herança de dois meses de atraso mais o 13º e mais de 15 bilhões em dívidas com os fornecedores, podem levar o Rio a falência total, antes de um novo governo assumir. A incompetência, a corrupção instalada, podem até acabar de vez com o Estado do Rio de Janeiro.

Todo governo vive do que arrecada em impostos, o Rio, como o governo federal, adotaram uma política de isenções fiscais. O governo federal chama de desoneração, e de desoneração em desoneração, grande parte do défice da previdência aumentou, mas para corrigir isso o planalto quer obrigar o povo a trabalhar mais, e aumentar o desconto previdenciário. No Rio o governo Pezão continua a promover a isenção fiscal concedeu novas, aumentou prazos, e o principal, não gerou empregos, e aí a crise não vai embora. Agora não existe uma punição para o excesso de benesses concedidas aos maus empresários.

Se as escolhas anteriores foram um erro, vivemos a possibilidade de um novo erro eleitoral, se as pessoas acreditarem que votando naquele que trocou de partido, que em seu governo, ciclovia desabou, onde vigas sumiram, e etc., viveremos vendo a sujeira ir para debaixo do tapete.

Agora se mudamos o voto, poderemos ver Pezão preso ainda em janeiro de 2019, poderemos encontrar um caminho para recuperar o Rio de verdade, e não um acordo que obriga o Estado a pagar o inconstitucional, juros sobre juros, que nos espera, no fim do Regime de Recuperação Fiscal. Por isso só o Rio aceitou este acordo.

A decisão é sua, qual o Rio de Janeiro você quer no futuro, na mão dos corruptos ou na mão de pessoas que trabalharão para o bem do povo??????

Carlos Senna Jr
MTB 32447/RJ
carlossennajrjornalista@gmail.com

17/08/2018 01:26

Deixe seu comentario:

R.A.W. - Portal de Notícias Revista Amigos da Web.
Jornalismo independente da política à cultura, em vídeos, fotos, e artigos. A mídia de tudo, para todos.

© 2007 - 2017 Todos os direitos reservados. Design by: Realidade Virtual