PUBLICAÇÃO

Estamos de Volta

Olá tudo bem, estamos de volta, está mais do que na hora, a pandemia se foi, apesar da grande mídia insistir no isolamento social, pesquisa mundial mostra que 66% das pessoas infectadas, que elas foram contaminadas em casa, mostra também que o protocolo de só procurar um médico quando estiver com os pulmões comprometidos, não cura, mas pode condenar à morte.

A própria China, hoje reconhece que o melhor, é o protocolo de tratamento precoce, onde se trata da cura nos primeiros dias de infecção. Neste caso o índice de mortalidade é zero, mas tem gente que é contra politicamente, e nem parece preocupada com as mortes que ainda ocorrem, por falta de se adotar este protocolo de tratamento. Então, ficar em casa esperando a vacina chegar, não é garantia de vida, mas sim um problema mortal, caso o vírus adentre no seu isolamento.

No mundo estão surgindo casos de desobediência a máscara, e ao isolamento, é o povo querendo sua vida de volta, porém os hábitos mudaram, e muita coisa nunca mais será igual, ao que era antes da pandemia. E a praia neste último fim de semana, trouxe de volta a alegria dos grandes verões.

Somente os dinossauros políticos, ainda insistem em manter o tal isolamento, é hora de voltar de buscar o trabalho, de fazer tudo por você, e sua família. A cura existe, não precisa disfarçar alegando que pegou malária, basta despolitizar a doença, se tratar com o protocolo precoce, e ir a luta por você, pela sua família, e pelo País, é hora de voltar a viver.

Tinha muitos planos no início do ano, tinha muitas feiras para cobrir, tinha ideias para crescer, mas tudo se esvaiu em um isolamento que seria no máximo de um mês. E que perdura até hoje, mas ainda morrem mais de mil pessoas por dia dirão os que são politicamente do contra, só que a jornalista Cristina Graeml levantou, que nos cartórios, onde as certidões de óbitos são registradas, que não chega a 400, por dia, o número de certidões, onde está declarado, que a causa mortis é a covid 19. Não importa onde se morra, se em casa, ou no hospital, para uma pessoa ser enterrada é preciso ter a certidão de óbito. Mesmo assim é um número elevado, principalmente por termos a cura, e não a usarmos, para não admitir um erro em escolhas políticas.

Mas este artigo é para informar que vamos voltar a publicar nos sites, vamos voltar a lutar por aquilo que acreditamos. Em abril eu peguei o vírus, e me tratei em casa com anticoagulante, já que meu pulmão chegou a ficar comprometido, e com os pulmões limpos, tive a sorte de encontrar os remédios do tratamento precoce, que fizeram o devido efeito.

Hoje ando pelo Brasil, meu Youtube cresceu, faço lives, e mantive as vídeos reportagens. As ideias florescem, no sentido de se criar, para fazer cada vez melhor. Quando a gente anda pela Av. Paulista, e é reconhecido pelo trabalho realizado, o ego infla de felicidade.

Eu nem sei como se faz para se ter membros no Youtube, mas a necessidade de ir buscar a verdade em novas reportagens, me levaram a criar uma parceria no mesmo sentido de ser membro, e na descrição dos vídeos no Youtube, eu lancei os parceiros de meu trabalho. Quando puder ter membros, eu faço a transferência de todos os parceiros, para membros.

Hoje o site “Revista Amigos da Web”, que seria para feiras, e a área cultural, continuará a apresentar a política nacional, já que com o cancelamento de todas as feiras deste ano, não terá esta pauta. Vai ser acrescido da política de São Paulo, e Minas Gerais, e os demais Estados, e perderá a política nacional quando for lançado o site “A voz da Web”.

O site “A voz da Web” que é para a política nacional, só será oficialmente lançado, quando o Congresso reabrir ao público.

O site do “MUSPE” terá a política no Estado do Rio, falando sobre o afastamento, e possível impeachment do governador.

O site “Rio de Volta aos Trilhos” continuará a contar as histórias, e lutar pelo trem de passageiros, exigindo o cumprimento da Lei 1832/96(Regulamento do Transporte Ferroviário). Tem como objetivo manter os pontos principais desta Lei no Marco Regulatório Ferroviário que está para ser votado no Congresso. Ele já foi aprovado no Senado, antes da pandemia, e junto com a nova Lei das concessões que também aguarda aprovação no Congresso, vai nortear todos os novos contratos de concessões ferroviárias.

O site “Instituto Amigos da Web”, continuará a ser um captador de assinaturas para diversas causas, como terá um link, para o povo se comunicar com qualquer Vereador, Deputado Estadual, Federal, e Senador. E continuará a ser um produtor de vídeos junto com movimentos sociais.

Demais sites não sofreram alterações, como o “Conceitual”, que continuará a ser um local para armazenar livros, revistas, e jornais, e etc.


Eu só posso agradecer pela audiência, pela paciência, e por tudo, muito obrigado de coração, minha gratidão é eterna.

Carlos Senna Jr
MTB 32447/RJ
carlossennajrjornalista@gmail.com

01/09/2020 13:06

Deixe seu comentario:

R.A.W. - Portal de Notícias Revista Amigos da Web.
Jornalismo independente da política à cultura, em vídeos, fotos, e artigos. A mídia de tudo, para todos.

© 2007 - 2017 Todos os direitos reservados. Design by: Realidade Virtual